Kamis, 10 Februari 2011

Cristina Mortágua

Cristina Mortágua (Rio de Janeiro, 8 de setembro de 1970) é uma modelo brasileira cujos trabalhos envolvem a chamada "mídia erótica", contemplando capas de revistas para o público adulto e programas de televisão. Recebeu destaque durante década de 1990, mesmo período em que teve um filho com o então atacante do Palmeiras Edmundo, com quem afirma, apesar disso, nunca ter se relacionado seriamente
Carreira

Mortágua iniciou sua carreira no Concurso das Panteras, vencendo a edição do ano de 1992. Como de praxe, pouco tempo depois a então vencedora do concurso figurou na capa da revista Playboy, mais precisamente na edição de maio daquele mesmo ano.[2] Posteriormente foi capa de diversas outras publicações, inclusive chegando a posar nua novamente também para a revista Sexy.[3] Desfila nos carnavais do Rio de Janeiro pela Imperatriz Leopoldinense e possui um centro de estética na mesma cidade. Em tempos recentes, participou de uma polêmica no quadro "Vai encarar", com a apresentadora Luciana Gimenez, quando foi chamada de "maria-chuteira" por uma radialista.[4]. Cristina apresentou o quadro "rala peito" no Domingão do Faustão, em 2001, e dois anos mais tarde o quadro "o Charme da Bola" na extinta TV Educativa do Rio, hoje TV Brasil.[5][6] Possui 365 ml de silicone nos seios.[7]
Polêmicas

No início de março de 2010, Cristina Mortágua teve vídeos e fotos circulando pela internet de um ensaio sensual com o próprio filho, Alexandre, então com 15 anos. A polêmica se originou devido ao fato de que ela aparece beijando o próprio filho na boca.[3][8] Apesar disso, disse que ele "é o meu Jesus na minha vida", em alusão ao namoro do modelo Jesus Luz com a cantora Madonna. O caso foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo e está em investigação.
A ex-modelo Cristina Mortágua foi presa em flagrante na manhã do dia 07/02/2011 no Rio de Janeiro, acusada de desacato a autoridade, injúria e agressão contra a delegada titular da delegacia da Barra da Tijuca.
De acordo com informações da Polícia Civil, seu filho se dirigiu à delegacia em companhia da empregada para prestar uma queixa contra a própria mãe.
O menor levou para a delegacia uma sacola cheia de medicamentos que, supostamente, seriam usados pela ex-modelo. Irritada, Cristina atirou um celular contra o filho e a partir daí instaurou o caos: aos gritos, ela tentou se jogar contra os carros, na frente da delegacia. Informada de que um representante do Conselho Tutelar estava a caminho, Cristina se descontrolou e agrediu a delegada de plantão. Depois de presa, a ex-modelo teve a fiança estipulada em R$6.000 reais. A polícia não informou se o valor foi pago.

0 comments: